Algumas piadas

Publicado: 13 de fevereiro de 2010 em Piadas
Tags:

Um sujeito se dirigiu à atendente da casa lotérica:
Olha, não tenho a menor idéia sobre quais números escolher para comprar um bilhete da Loteria Federal.
Você poderia me ajudar?
– Claro! – respondeu ela. – Vamos lá! Durante quantos anos você freqüentou a escola?
– 8.
– Perfeito, temos um 8. Quantos filhos você tem?
– 3.
– Ótimo, já temos um 8 e um 3. Quantos livros você já leu até hoje?
– Uns 9.
– Certo, temos um 8, um 3 e um 9. Quantas vezes por mês você faz amor com sua mulher?
– Caramba, isso é uma coisa muito pessoal. – diz ele.
– Mas você não quer ganhar na loteria?
– Está bem, 2 vezes.
– Só??? Bom, deixa pra lá. Agora que já temos confiança um com o outro, me diga quantas vezes você já deu à bunda?
– Qual é a sua?” – diz o homem – Sou espada!
– Não fique chateado. Vamos considerar então zero vez. Com isso já temos todos os números: 83920. O sujeito comprou o bilhete que correspondia ao número escolhido.
No dia seguinte foi conferir o resultado. O bilhete premiado foi o de Nº83921. Cheio de raiva, comentou:
– Putzzzzz!!! Por causa de uma MENTIRINHA BESTA eu não fiquei milionário!!!

-/-

Essa é muito boa!
ACONTECEU NA TUPI FM – verdade na semana passada na rádio TUPI FM 104,1 em São Paulo:
Locutor: – Quem fala?
Ouvinte: – É o Vicente.
Locutor: – De onde, Vicente?
Ouvinte: – Lapa!
Locutor: – Olha ai, Vicente da Lapa! Valendo o kit com camiseta e CD do Edson e Hudson.
Presta atenção! Qual é o país que tem duas sílabas e se come a metade?
Prestou bem atenção? Há um país com 2 sílabas, dividindo as sílabas 1 delas é muito bom para se comer.
Dez segundos para responder.
Ouvinte: – CUBA!
Locutor: (mudo por alguns segundos e algumas risadas no fundo srsrsrsrs)
– Tá certo, senhor Vicente! Vai levar o prêmio pela criatividade. Mas aqui na minha ficha estava escrito JAPÃO…

-/-

Uma loura gostosíssima mas desgostosa da vida, ia se jogar no mar, no cais da Praça Quinze, quando aparece um marinheiro.
– Moça, não faça isso!
– Vou “se” suicidar, minha vida é uma droga…
– Não faça isso! Olha, meu navio está de partida para a Europa. Por que você não vem  comigo e pensa melhor? Se, chegando lá, você ainda quiser se matar, pelo menos terá conhecido a Europa.
A loura achou a proposta razoável. Seguiu com ele e foi escondida num bote salva-vidas, onde viajaria clandestinamente durante vários dias.
Nas próximas duas semanas o marinheiro a visitava à noite trazendo comida, água e transava com ela.
Comida, água e créu!
Água, comida e créu!
Créu, comida e água!
E assim foi até que um dia o comandante da embarcação fez uma inspeção nos botes e descobriu a loura.
Ela, sem saída, lhe contou a verdade.
– Olhe, eu estou aqui, seguindo para a Europa, porque um marinheiro muito bonzinho me trouxe para salvar minha vida. Todas as noites ele me traz comida e água, e como agradecimento eu dou pra ele. E combinamos assim até chegarmos à Europa… Ainda falta muito?
– Falta bastante, porque, por enquanto, esta barca só faz a travessia Praça Quinze – Paquetá.

-/-

A professorinha mandou os alunos fazerem uma composição tendo como tema:
“Mãe… só tem uma”.
No dia seguinte, todos alunos na sala, ela chama o Giovanni (corinthiano) para ler sua composição e o garoto assim começa:
“Eu estava doentinho, espirrando, tossindo, febril, não conseguia comer nada, não podia brincar, nem vir à escola. Aí, de noite, a mamãe esfregou Vick Vaporub no meu peitinho, me deu um leitinho quente com um comprimido, me cobriu, eu dormi e, no dia seguinte acordei bonzinho e feliz.
“Mãe… só tem uma.”
A classe toda aplaudiu, a professora elogiou e deu dez para Giovani.
Chamou o Guilherme (RUBRONEGRO), que já foi logo lendo a dele: “Eu tinha prova de Conhecimentos Gerais no dia seguinte, não sabia nada, não conseguia decorar nada, comecei a chorar, achando que ia tirar zero.
Aí a mamãe sentou do meu lado, pegou o livro, me explicou tudo direitinho, tomou a minha lição e eu fui dormir sossegado. Quando acordei senti que sabia tudo, vim à escola. Fiz a prova e tirei 10.
“Mãe… só tem uma”.
A classe também aplaudiu Guilherme. A professora deu dez para ele também.
Desta vez, chamou o Wandergleidson Júnior (vascaíno):
“Cheguei em casa, lá no Buraco do Padre, minha mãe que estava na cama com um cara que não conheço, diferente do cara da semana passada, gritou para mim:
– “Wandergleidson Júnior, seu viadinho filho da puta, vai lá na geladeira e traz duas cervejas”.
Aí eu abri a geladeira e gritei pra ela:
– Mãe… só tem uma!!!

-/-

Toda tardinha uma menina sentava no topo da goiabeira e uns dias depois o padre começou a passar por lá.
Um dia o padre resolveu olhar pra cima…. a menina tava sentada lá no topo da goiabeira de saia e sem calcinha…
Daí o padre diz:
– MINHA FILHA DESÇA AQUI POR FAVOR…
– Sim padre, disse a menina.
– PEGUE ESSES 10 REAIS E PEÇA PRA SUA MÃE COMPRAR CALCINHAS PRA VC…
A menina foi toda contente pra casa e contou pra mãe o que tinha acontecido. No dia seguinte a mãe da guria tava lá do mesmo jeito que a filha costumava ficar…
E lá vem o padre… e novamente o padre olha pra cima… daí o padre falou:
– MINHA FILHA DESÇA AQUI POR FAVOR….
E a mãe foi toda contente descendo pensando no dinheiro…
PEGUE AQUI 2 REAIS PRA VOCÊ COMPRAR UM BARBEADOR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s