Piadas de Gaúchos e Argentinos

Publicado: 16 de maio de 2010 em Piadas
Tags:,

1 carioca = 1 surfista
2 cariocas = 2 surfistas
3 cariocas = 1 boca de fumo
4 cariocas = um arrastão
—————————-
1 baiano = um escritor famoso
2 baianos = uma luta de capoeira
3 baianos = um grupo de axé
4 baianos = um terreiro de macumba
—————————-
1 paulista = uma micro-indústria
2 paulistas = uma indústria de médio porte
3 paulistas = uma indústria de grande porte
4 paulistas = uma catástrofe ecológica
—————————-
1 paraíba = um porteiro
2 paraíbas = repentistas tirando versos
3 paraíbas = um canteiro de obras
4 paraíbas = um caminhão de pau-de-arara indo para Cidade Grande
—————————-
1 gaúcho = um cabra macho, tchê!
2 gaúchos = uma briga de faca
3 gaúchos = um rodeio
4 gaúchos = uma parada gay

————————————————————————————————

Um gaúcho macho vai ao médico depois de ter estado doente um tempão.
O médico, depois de um exame detalhado, olha nos olhos dele e diz:
– Tenho más notícias… Você está com câncer incurável. Eu lhe dou de duas a quatro semanas de vida.
O gaúcho, chocado e triste, mas de índole forte, recupera-se
rapidamente e sai do consultório.
Na sala de espera, ele encontra seu filho, que o estava aguardando.
– Estou com câncer e tenho pouco tempo de vida. Vamos ao bar tomar uma pinga, para aliviar.
Depois de alguns copos, eles estão mais alegres um pouco. Vêm as risadas, as gargalhadas, e mais cachaça.
Uns amigos chegam e perguntam o motivo daquela alegria toda. O gaúcho repete a história da comemoração, mas dizendo que está com Aids. Os amigos ficam consternados, e acabam bebendo também.
No momento em que está perto do doente, o filho diz ao ouvido dele:
– Pai, você disse pra mim que estava com câncer, mas para eles você disse que está com Aids.
O gaúcho olha discretamente em volta antes de responder baixinho:
– Eu estou com câncer mesmo, filho… Eu só não quero esse pessoal comendo a tua mãe depois que eu morrer.

————————————————————————————————

Dois gaúchos estavam num bar. Há certa altura, um passou a duvidar da masculinidade do outro.
– Se tu és macho, prova. Primeiro, bebe 2 litros de cachaça. Segundo, penteia um leão. Terceiro, transa com uma virgem.
E lá foi o amigo. Tomou os 2 litros de cachaça, ficou mais bêbado do que já estava e, depois, entrou na jaula do leão. De repente, sai de lá todo rasgado e gritando:
– Cadê a virgem que eu tenho que pentear?

————————————————————————————————

Um Argentino chegou na Rodoviária em São Paulo e pediu uma informação:
– Oye! Onde tiene un autocarro pra ir asta la estacion para apanhar un comboio para Itaquera?
– Aqui não chamamos autocarro, chamamos ônibus.
– OK. Entonces, como apanho o onibus pra ir asta la estacion e apanhar o comboio?
– Aqui não chamamos estacion, chamamos ferroviária.
– Muy bien. Entonces, onde tem o ônibus pra ir até à ferroviária e apanhar o comboio?
– Aqui não chamamos comboio, chamamos trem.
– Caramba! Entonces, my hermano, como apanho o ônibus pra ir à ferroviária para apanhar o trem?
– Aqui não dizemos apanhar, mas sim pegar.
– Carajo, dejas de bromas!! Muy bien, como pego o ônibus pra ir à ferroviária para pegar o trem?
– Não precisa ir, é aqui mesmo…
– PORRA! Hay que preguntar: Como é que ustedes chamam “filho de la putana” acá en Brasil???
– Não chamamos. Eles vêm da Argentina sem ninguém chamar ou vêm contratados pelo Corínthians!!!

————————————————————————————————

Era uma cidadezinha pequena, bem na fronteira do Brasil e Argentina. A Igreja fica cheia para a missa das 10: argentinos, brasileiros, o prefeito, etc..
Começa o sermão:
– Irmãos…. estamos hoje aqui reunidos para falar dos Fariseus… Aquele povo desgraçado como esses argentinos que estão aqui…
– Ohhhhhhh!
O maior tumulto tomou conta da igreja. Os argentinos saíram xingando o padre. Houve briga na porta da igreja. O prefeito levou a mão à cabeça, indignado. Acabada a confusão, o prefeito foi falar com o padre na sacristia:
– Padre, pega leve, os argentinos vêm para este lado, gastam nas lojas, nos restaurantes, trazem divisas para a cidade. Não faça mais isto.
Durante a semana a conversa entre todos era a mesma: o padre e o sermão do domingo. Aquele zum-zum-zum todo foi fazendo as pessoas ficarem curiosas e querendo saber mais o que tinha acontecido. Finalmente, chega o domingo seguinte.
O prefeito chega na sacristia e comenta com o padre:
– Padre, o senhor lembra do que conversamos antes, não? Por favor, não arrume nenhuma encrenca hoje, certo?
Começa o sermão:
– Irmãos… Estamos aqui reunidos hoje, para falar de uma pessoa da Bíblia: Maria Madalena. Aquela mulher, a prostituta que tentou Jesus, como essas argentinas que estão aqui…
Não deu outra: pancadaria na igreja, quebraram velas nos corredores, tapas, socos e algumas internações no pronto-socorro da cidade. O prefeito novamente foi ao encontro do padre:
– Padre, o senhor não me disse que iria pegar leve? Padre, se o senhor não amansar, vou escrever uma carta à Congregação e pedir a sua retirada imediata.
Naquela semana, o tumulto era maior ainda. As conversas eram maiores ainda e ninguém perderia a missa do próximo domingo, nem por decreto. Na manhã do domingo, o prefeito entra na sacristia com a polícia e a espalha pela igreja:
– Padre, pega leve desta vez, senão te levo em cana!
A igreja estava abarrotada. Quase não se conseguia respirar de tanta gente.
Começa o sermão:
– Irmãos… Estamos aqui reunidos hoje, para falar do momento mais importante da vida de Cristo: A Santa Ceia (O prefeito então respirou aliviado).
Jesus, naquele momento disse aos apóstolos: “- Esta noite, um de vós irá me trair.”
Então João perguntou: “- Mestre, sou eu?” E Jesus respondeu: “- Não, João, não é você.”
E Pedro perguntou: “- Mestre, sou eu?” E Cristo respondeu: “- Não, Pedro, não é você.”
Então, Judas perguntou: “- Mestre, acaso soy yo?…”

————————————————————————————————-

Um brasileiro, um argentico, uma bela francesa e uma senhora alemã dividiam uma cabine no trem. De repente, o trem atravessa um túnel e tudo fica escuro, momento no qual se ouve um beijo estalado e um sonoro tapa. Logo que o trem sai do túnel, todos se olham com muita desconfiança.
“A moça francesa fez muito bem. Um dos homens deve ter tentado beijá-la e ela deu um tapa na cara do atrevido.” – pensou a senhora alemã.
“Meu Deus! Um dos homens deve ter tentado me beijar e, por engano, acabou beijando essa senhora alemã. Aí ela meteu um tapa na cara dele. Eu faria o mesmo.” – imaginou a francesa.
“Que sacanagem! O brasileiro deve ter beijado a francesa, ela pensou que fui eu e me meteu um tapa na cara.” – resignou-se o argentino.
“Que legal! Dei um beijo na mão, apreoveitei pra meter um tapa na cara do argentino, e ninguém falou nada!” – vibrou o brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s