Arquivo da categoria ‘Textos’

Estratégias Mentais

Publicado: 13 de julho de 2010 em Textos
Tags:, , ,
Estratégias Mentais

Pense sempre, de forma positiva.
Toda vez que um pensamento negativo vier à sua cabeça, troque-o por outro!

Para isso, é preciso muita disciplina mental.

Você não adquire isso do dia para a noite; assim como um “atleta”, treine muito…

Não se queixe. Quando você reclama, tal qual um ímã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras.
A maioria das coisas que acabam dando errado, começa a se materializar quando nos lamentamos.

Não deixe que interferências externas tumultuem o seu cotidiano. Livre-se de fofocas, comentários maldosos e gente deprimida. Isto é contagioso…
Seja prestativo!
Sintonize com gente positiva e alto astral.

Não se aborreça com facilidade e nem dê importância às pequenas coisas. Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente.

Procure conviver com serenidade e quando tiver vontade de explodir, conte até dez.

Viva o presente.
O ansioso vive no futuro.
O rancoroso, vive no passado. Aproveite o aqui e agora. Nada se repete, tudo passa. Faça o seu dia valer a pena…
Não perca tempo com melindres e preocupações, pois só trazem doenças.

Mentalização positiva
Você pode!

Faça de dentro fora:

A água purifica. Sempre que puder vá a praia, rio ou cachoeira.
Em casa, enquanto toma banho, embaixo do chuveiro, de olhos fechados, imagine seu cansaço físico e mental e que toda a carga negativa está indo embora por água abaixo.

Ande descalço quando puder, na terra de preferência. Em casa, massageie seus pés com um creme depois de um longo dia de trabalho. Os escalde em água morna. Acrescente um pouco de sal para se descarregar.

Mantenha contato com a natureza; tenha em casa um vaso de plantas pelo menos. Cuide dele com carinho.
O amor que dedicamos às plantas e animais acalma o ser humano e funciona como relaxante natural…

Ouça músicas que o façam cantar e dançar.
Seja qual for o seu estilo preferido, a vibração de uma canção tem o poder de nos fazer sentir vivos , aflorando a nossa emoção e abrindo o nosso canal com alegria.

Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo
o impeça de tentar…

Liberte-se!!! Sempre que puder livre-se da rotina e pegue a estrada, nem que seja por um único dia.
Conheça novos lugares e novas pessoas.
Viva a Vida!!!!!

Gaste mais horas realizando que sonhando…
Fazendo que planejando…
Vivendo que esperando porque… embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.
O medo nos afasta das derrotas….mas das vitórias também!!!!!!

DESEJO A VOCÊ…

UM ÓTIMO DIA!

UMA EXCELENTE SEMANA!

UM MARAVILHOSO MÊS!

UM ANO PORRETA!

UMA VIDA DESCOMPLICADA!!!
VOCÊ NÃO ACHA QUE COMPLICAMOS DEMAIS???

Anúncios

Contos Eróticos – Minha tia

Publicado: 12 de julho de 2010 em Textos
Tags:, , , ,
COMENDO A TIA NO BANHEIRO

Meu nome é Reinaldo e moro em Brasília. A história que vou relatar aconteceu quando fui passar um final de semana na fazenda de um tio, perto da cidade. Ele é casado com minha querida tia Rosa, um tesão de mulher que povoava a imaginação dos homens da família e da vizinhança. Vejamos: ela tem seios pequenos, do tamanho ideal para caberem entre os lábios e uma bundinha de dar água na boca, arrebitada, bem morena, queimada de sol.

Vou-lhes contar o que rolou no sábado. Cheguei mais ou menos às 11h e, para minha sorte, meu tio não estava em casa. Como fazia muito calor, fui recebido apenas por minha titia, que usava um minúsculo short e uma mini-blusa transparente: “- Que bom que você veio logo!”, festejou.

Rosa me chamou para entrar e aceitei. Fui acompanhando-a por trás, observando aquele traseiro maravilhoso que rebolava na minha frente, para lá e para cá. Ela me falou para esperar um pouco, já que meu tio não demoraria a chegar. Pediu desculpa e se retirou para tomar um banho, caminhando para o quarto. Já que há muito tempo eu desejava comer aquela bundinha, fiquei excitado e fui espiar pelo buraco da fechadura.

Fiquei mais doido ainda quando vi aquele monumento de mulher ali, nua, na minha frente. Quase enfiei o pau pelo buraco da fechadura! Não entendi nada quando ela sentou em cima da cama e começou a se masturbar. Louco, não me contendo, pensei em entrar, mas resolvi parar. Se a tia Rosa não gostasse, poderia fazer algum escândalo e eu estaria perdido.

Voltei e me sentei no sofá. Após alguns minutos, ela passou só de toalha na minha frente e, como não pude evitar, olhei-a de cima a baixo, o mastro dando a maior bandeira. Percebendo o meu interesse, ela entrou no banheiro me chamando para mudar a temperatura da água. Sem hesitar, fui correndo sentindo que, dali pra frente, as coisas iriam melhorar.

Entrei no banheiro e, quando ia subir no vaso pra mudar a temperatura da água do chuveiro, senti uma mão esfregando o meu pênis com força. Desci e arranquei aquela toalha para melhor observar minha potranquinha. Rosa começou a me beijar, tirando minha calça e caindo de boca no meu cacete. Que loucura! Como ela chupava bem. Meu tio era um homem de sorte e não sabia!

Gozei alucinadamente naquela boca carnuda e ela não deixou nada da minha porra ir para o ralo. Como ainda não estava satisfeito, coloquei-a de quatro e lhe contei que tinha uma tara enorme: comer o cuzinho dela. No início, Rosa esbravejou, não quis: “- Não faço isso nem com o seu tio!”. Mas, de tanto insistir, ela acabou cedendo. Coloquei-a de quatro e, observando aquele cuzinho ali fresquinho na minha frente, fui empurrando devagar, devagarzinho, como na música.

Ela gritava louca de dor e tesão, e como rebolava a safada! Parecia que já dava a bunda há muito tempo… Não demorou muito para que Rosa começasse a gozar como uma louca, dando gritinhos de prazer. Quanto mais ela gritava, mais eu empurrava a vara na cadela, até que gozei pela segunda vez, melando toda aquela bundinha, deixando escorrer a porra pelas coxas.

Quando pensei que já estava acabado, Rosa me reanimou com aquele boquete quente, quase fumegante. Rapidinho, eu já estava de cacete duro. “- Come novamente o meu rabinho, come?”, pedia. Sem demora, empurrei meu pau todinho dentro dela, explodindo em gozo eterno. Pelo menos no sentido poético, porque, logo depois, saímos do banheiro e nos preparamos para receber meu tio. Ele já devia estar chegando, sem desconfiar de nada, tranqüilo como convém a um rei do gado.

Só observando

Publicado: 9 de julho de 2010 em Textos
Tags:, , , ,
Só   observando !

O padre de uma igreja decidiu observar as pessoas que entravam para orar.

A porta se abriu e um homem de camisa esfarrapada adentrou pelo corredor central.
O homem se ajoelhou, inclinou a cabeça, levantou-se e foi embora.
Nos dias seguintes, sempre ao meio-dia, a mesma cena se repetia.
Cada vez que se ajoelhava por alguns instantes, deixava de lado uma marmita.
A curiosidade do padre crescia e também o receio de que fosse um assaltante, então decidiu aproximar-se e perguntar o que fazia ali.
O velho homem disse que trabalhava numa fábrica, num outro bairro da cidade e que se chamava Jim.
Disse que o almoço havia sido há meia hora atrás e que reservava o tempo restante para orar, que ficava apenas alguns momentos  porque a fábrica era longe dali.
E disse a oração que fazia:
‘Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar, mas eu penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.’
O padre, um tanto aturdido, disse que ele seria sempre bem-vindo e que viesse à igreja sempre que desejasse.
‘É hora de ir’ – disse Jim sorrindo.
Agradeceu e dirigiu-se apressadamente para a porta.
O padre ajoelhou-se diante do altar, de um modo como nunca havia feito antes.
Teve então, um lindo encontro com Jesus.
Enquanto lágrimas escorriam por seu rosto, ele repetiu a oração do velho homem…
‘Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não  sei bem como devo orar mas penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.’
Certo dia, o padre notou que Jim não havia aparecido.
Percebendo que sua ausência se estendeu pelos dias seguintes, começou a ficar preocupado. Foi à fábrica perguntar por ele e descobriu que estava enfermo.
Durante a semana em que Jim esteve no hospital, a rotina da enfermaria mudou. Sua alegria era contagiante.
A chefe das enfermeiras, contudo, não pôde entender porque um homem tão simpático como Jim não recebia flores, telefonemas, cartões de amigos, parentes… Nada!
Ao encontrá-lo, o padre colocou-se ao lado de sua cama. Foi quando Jim ouviu o comentário da enfermeira:
– Nenhum amigo veio pra mostrar que se importa com ele. Ele não deve ter ninguém com quem contar!!
Parecendo surpreso, o velho virou-se para o padre e disse com um largo sorriso:
– A enfermeira está enganada, ela não sabe, mas desde que estou aqui, sempre ao meio-dia ELE VEM! Um querido amigo meu, que se senta bem junto a mim, Ele segura minha mão, inclina-se em minha direção e diz:
‘Eu vim só pra lhe dizer quão feliz eu sou desde que nos tornamos amigos. Gosto de ouvir sua oração e penso em você todos os dias.
Agora sou eu quem o está observando… e cuidando! ‘
Jesus disse: ‘Se vós tendes vergonha de mim, também me envergonharei de vós diante do meu Pai.’
E se você não está envergonhado, passe essa mensagem adiante.
Jesus é sempre o melhor amigo.

SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO OBSERVADO(a)!

TENHA  UM  LINDO  DIA!

LEIA SOMENTE SE VOCÊ TIVER TEMPO PRA DEUS.

DEIXA EU TE PEDIR UMA COISA: TENHA CERTEZA, QUE VOCÊ IRÁ LER ATÉ O FIM, EU QUASE DELETEI ESSA MENSAGEM, E FUI ABENÇOADO QUANDO EU TERMINEI DE LER.

A FALTA DE TEMPO PARA DEUS É EXATAMENTE  O QUE TEM CAUSADO UMA PORÇÃO DE PROBLEMAS NO MUNDO  EM QUE VIVEMOS.

NOS RESUMIMOS EM ENCONTRAR DEUS SOMENTE NAS IGREJAS  AOS DOMINGOS DE MANHÃ, TALVEZ NOS DOMINGOS À NOITE…

NOS OCUPANDO COM NOSSAS OBRIGAÇÕES DURANTE A SEMANA TODA.

LEMBRAMOS D’ELE SOMENTE QUANDO ESTAMOS DOENTES E CLARO, EM VELÓRIOS, QUANDO PERDEMOS ENTES QUERIDOS.

PORÉM, NÃO TEMOS TEMPO PRA ELE DURANTE O TRABALHO, LAZER ETC..

NÃO IMPORTA EM QUE LUGAR DO MUNDO, SIMPLESMENTE, ACHAMOS QUE PODEMOS NOS VIRAR SOZINHOS.

QUE DEUS NOS PERDOE POR ESSES PENSAMENTOS!

NÃO EXISTE TEMPO OU LUGAR EM QUE ELE NÃO POSSA ESTAR CONOSCO.

DEVERÍAMOS SEMPRE PARAR E PENSAR EM TUDO QUE ELE FEZ E TEM FEITO POR NÓS.

SE VOCÊ NÃO ESTIVER  ENVERGONHADO CONTINUE LENDO ABAIXO.

JESUS DISSE: SE SENTIRES VERGONHA DE MIM EU TAMBÉM SENTIREI VERGONHA DE VOCÊ QUANDO ESTIVERMOS NA FRENTE DE MEU PAI.

CONTINUE APENAS SE VOCÊ O AMA.

SIM, EU AMO MEU DEUS! ELE É A RAZÃO DA MINHA EXISTÊNCIA E MEU SALVADOR!

ELE ME MANTÉM VIVO A CADA DIA. SEM ELE EU NÃO SERIA NADA, MAS COM ELE ME SINTO FORTE.

SE VOCÊ AMA À DEUS E NÃO SENTE VERGONHA DELE, NEM DE TODAS AS COISAS MARAVILHOSAS QUE ELE TEM FEITO POR VOCÊ, ENVIE ESTA MENSAGEM A TODOS OS AMIGOS.

AINDA TEM TEMPO PRA CONTINUAR LENDO?

FÁCIL X DIFÍCIL

POR QUE É TÃO DIFÍCIL DIZER A VERDADE E TÃO FÁCIL CONTAR UMA MENTIRA?

POR QUE SENTIMOS TANTO SONO NA IGREJA DURANTE O SERMÃO, MAS ACORDAMOS RAPIDINHO QUANDO ESTÁ QUASE TERMINANDO O CULTO?

DE TODOS OS PRESENTES QUE RECEBEMOS DE GRAÇA, A ORAÇÃO É O MAIS IMPORTANTE.

NÃO CUSTA NADA E TRAZ MARAVILHOSAS RECOMPENSAS!

NÃO É ENGRAÇADO COMO AS PESSOAS RECUSAM A DEUS E DEPOIS SE PERGUNTAM PORQUE O MUNDO PARECE O INFERNO?

NÃO É ENGRAÇADO COMO AS PESSOAS DIZEM: SIM EU CREIO EM DEUS, MAS AINDA CONTINUAM ADORANDO SATANÁS, QUE A PROPÓSITO, TAMBÉM ACREDITA EM  DEUS.

NÃO É ENGRAÇADO COMO VOCÊ ENVIA MILHARES DE PIADAS E ELAS SE ESPALHAM COMO UM INCÊNDIO NUMA FLORESTA, MAS QUANDO VOCÊ OU ALGUÉM COMEÇA LER UM E MAIL E PERCEBE QUE É SOBRE DEUS PENSA MIL VEZES ANTES DE DIVIDI-LO COM OS AMIGOS DA SUA LISTA?

NÃO É ENGRAÇADO QUE QUANDO VOCÊ TERMINAR DE LER ESSA MENSAGEM, VOCÊ NÃO IRÁ MANDAR PARA TODOS SEUS AMIGOS, PORQUE NÃO TEM CERTEZA SE ELES ACREDITAM EM DEUS OU NÃO, OU PORQUE SE SENTIRÁ ENVERGONHADO A RESPEITO DO QUE VÃO PENSAR SOBRE VOCÊ, POR MANDAR UMA MENSAGEM SOBRE DEUS?

NÃO É ENGRAÇADO QUE EU ESTOU MAIS PREOCUPADO NO QUE AS PESSOAS IRÃO PENSAR DE MIM, DO QUE SOBRE O QUE DEUS IRÁ PENSA DE MIM?

QUE TODOS AQUELES QUE RECEBAM ESSA MENSAGEM ENVIEM PARA TODOS SEUS AMIGOS E QUE ELES SEJAM INFINITAMENTE ABENÇOADO POR DEUS. AMÉM!

Piadas de Português

Publicado: 7 de julho de 2010 em Piadas
Tags:,
O acidente do Manuel

Manuel pensou melhor e decidiu que os ferimentos que sofreu num acidente de trânsito eram sérios o suficiente para levar o dono do outro carro ao
tribunal.
No tribunal, o advogado do réu começou a inquirir seu Manuel:
– O Senhor não disse na hora do acidente: “Estou muito bem”?
E Manuel responde:
– Bem, vou lhe contar o que aconteceu. Eu tinha acabado de colocar minha
mula favorita na caminhonete…
– Eu não pedi detalhes! – interrompeu o advogado.
– Só responda à pergunta: O senhor não disse na cena do acidente: “Estou
muito bem”?
– Bem, eu coloquei a mula na caminhonete e estava descendo a rodovia…
O advogado interrompe novamente e diz:
– Meritíssimo, estou tentando estabelecer os fatos aqui. Na cena do acidente
este homem disse ao patrulheiro rodoviário que estava bem. Agora, várias
semanas após o acidente, ele está tentando processar meu cliente, e isso é
uma fraude. Por favor, poderia dizer a ele que simplesmente responda à
pergunta.
Mas, a essa altura, o Juiz estava muito interessado na resposta do seu Manuel e disse ao advogado:
– “Eu gostaria de ouvir o que ele tem a dizer.”
Seu Manuel agradeceu ao Juiz e prosseguiu:
– Como eu estava dizendo, coloquei a mula na caminhonete e estava descendo a rodovia quando uma pick-up atravessou o sinal vermelho e bateu na minha
caminhonete bem na lateral. Eu fui lançado fora do carro para um lado da
rodovia e a mula foi lançada pro outro lado. Eu estava muito ferido e não
podia me mover. De qualquer forma, eu podia ouvir a mula zurrando e
grunhindo e, pelo barulho, eu pude perceber que o estado dela era muito
ruim. Logo após o acidente, o patrulheiro rodoviário chegou ao local. Ele
ouviu a mula gemendo e foi até onde ela estava. Depois de dar uma olhada
nela, ele pegou a arma e atirou bem entre os olhos do animal. Então, o
policial atravessou a estrada com sua arma na mão, olhou para mim e disse:
“Sua mula estava muito mal e eu tive que atirar nela. E o senhor, como está
se sentindo?”
O que o Sr. responderia, meritíssimo???

————————————————

O português comprou um Fusca, e gostava de correr. Então Foi ele, primeira marcha, segunda, terceira, quarta, quinta e bow, o carro explodia.
Então comprou um Gol. Primeira marcha, segunda, terceira, quarta, quinta e bow, explodiu.
Então lá pelo décimo carro se cansou e comprou um Ferrari. Lá foi o Manuel. Primeira marcha, segunda, terceira, quarta, quinta e bow explodiu. Então foi reclamar:
– Comprei esse carro, mas ele explodiu. Então o vendedor:
– Como você dirige??? Manuel:
– Eu vou correr, então ponho a primeira, segunda, terceira, quarta,
quinta e quando ponho no R de RAPIDÃO ele explode.

————————————————-

Maria, no leito de morte, decidiu confidenciar ao Manoel:
“-Manoel, sabes que o nosso filho mais velho não é teu filho?”
Manoel, muito tranquilo, responde:
“-Meria, isto não tem problema algum…”
Maria, muito intrigada com toda a calma do Manoel, indaga-lhe:
“-Escuta ó Manoel!! Vê se entendes! Estou a dizer-te que o filho não é teu! Ó homem de Deus!!”
E Manoel novamente responde:
“-Pois, pois… eu entendi, ó Meria.”
“-Ai, Jisus!! Por que raios então tu não estás azoado e ficas tão tranquilo?!?!”
Finalmente, Manoel responde:
“-Pois… sabes ó Meria, que este filho não é tambaim teu filho?”
Maria rebate:
“-Como não é meu, ó homem de Deus? Se eu carreguei o infiliz na minha barriga por nove meses?!”
“-Meria, lembra-te quando tu estavas na meternidade e me pediste para trocar o menino, porque ele estava todo cagado? Pois baim… eu o troquei por um limpinho que estava ao lado.”

————————————————-

Três amigos, um brasileiro, um americano e um português, discutem qual das respectivas mulheres é a mais burra.
– A minha é a mais burra. Ela comprou uma bicicleta de 18 marchas importada e nem sabe andar de bicicleta! – arrisca o brasileiro.
O americano dá o seu palpite:
– No way, gente, a minha é mais burra. Ela mandou construir uma piscina lá em casa, custou 50.000 reais e nem sabe nadar!
O português discorda dos outros dois com veemência:
– Mulher mais burra que a minha não tem! Imaginem só. Antes de partir de férias com umas amigas para a praia, comprou um pacotão de camisinhas! E nem pinto ela tem…

————————————————-

Tecnologia Japonesa

O português foi pro Japão e comprou um par de óculos cheio de tecnologia que mostrava todas as mulheres peladas.
Põe os óculos, peladas! Tira os óculos, vestidas!
– Ai Jesus!!!!!! que maravilha!!!
Volta para Portugal louco para mostrar a novidade para a mulher (Maria).
No avião, sente-se o máximo vendo as aeromoças todas peladas.
Quando chega em casa, já coloca os óculos para pegar Maria pelada.
Abre a porta e vê Maria e o Compadre Joaquim no sofá, pelados.
Tira os óculos, pelados! Põe os óculos, pelados!
Tira, pelados! Põe, pelados!
E Manuel diz:
– Puta que pariu! Essa merda já quebrou!

DO FLERTE AO CASAMENTO

Por Luis Fernando Veríssimo


FLERTE

É quando ela é toda sorrisos e, você, cheio de nove-horas e gentilezas.

Ficam naquela conversa mole por mais de 10 minutos, riem de qualquer bobagem que um fala pro outro. E, quando ela anda, você crava os olhos naquele belo traseiro, imaginando coisas…

Isto é um flerte. Este é um estágio do relacionamento, que só tem vantagens. Você a chama para sair, a noite toda é só de risadas e bons momentos.

Mas, depois do primeiro amasso, isso já vira um…

CASO

Esta é outra etapa gostosa. Começa a rolar um sexozinho, mas nada muito adiantado, porque, afinal, ela não é qualquer uma.

Daí, já pinta aquele negócio de ligar um pro outro a cada 15 minutos, só pra dizer que está com saudades.

Começam a sair mais constantemente e rola aquele papo de ‘Temos um relacionamento’. Mas se esse relacionamento durar mais de 1 mês, pronto, aí já é um…

NAMORO

Isto significa que você não pode mais comer ninguém, além dela. Nem mesmo dar uns beijinhos ou olhar pra traseira de outra.

Tem que ligar todo dia, mesmo se não estiver com saudades, senão…

Sair sábado com os amigos? Esqueça!

Rever as amigas? Pior ainda!

Nesta fase, você ainda está apaixonado e aceita tudo que ela faz, pede e fala. Tudo gira em torno dela: horários, passeios, amigos, turmas…

E quando menos espera, aquela deusa maravilhosa, a mulher da sua vida, a mais perfeita descrição de um ser humano, te põe um cabresto, coloca as esporas e monta em você.

Isto vai te deixar mal, desanimado, triste…. Mas, como você gosta dela, aceita tudo.

Até a ideia de comprar as alianças. É quando você acaba, quase sem perceber, num…

NOIVADO

Pois é… Agora você já se comprometeu com Deus e o mundo.

Se não casar, fica com fama de hipócrita, sem-vergonha, mau caráter, aquele que só queria se aproveitar da coitadinha…

E pra não passar por isso, acaba aceitando o…

CASAMENTO

Fodeu. Agora, não tem mais tempo pra nada, a não ser trabalhar pra ganhar dinheiro e dar uma vida confortável pra ela, que vai gastar tudo no seu cartão de crédito.

Pior que isso, só se tiver filhos. Aí, vai ter que trabalhar dobrado, ou triplicado, quadriplicado, dependendo do tamanho da prole.

Quanto ao sexo, pesquisas demonstram que:

Anos de Casamento / N° de relações Mensais (em média)

1 ano = 27 relações
2 anos = 23 relações
3 anos = 18 relações
4 anos = 12 relações
5 anos = 8 relações
6 anos = 5 relações
7 anos = 3 relações
8 anos = 2 relações
9 anos = 1 relação

A SOLUÇÃO

Esta corrente foi feita para homens casados como você.

Não é necessário enviar dinheiro. Basta fazer cinco cópias e enviá-las aos amigos de sua confiança e, em seguida, empacotar e enviar sua mulher para o primeiro nome da lista.

Acrescente seu nome em último lugar. Quando seu nome estiver no alto da pirâmide, você receberá 16.476 mulheres, sendo que, algumas, poderão ser muito interessantes.

Atenção, não quebre esta corrente!

Um sujeito quebrou a corrente e recebeu sua mulher de volta!

Outro também a ignorou e recebeu sua mulher junto com a sogra..

Contos Eróticos – Minha irmãzinha

Publicado: 24 de junho de 2010 em Textos
Tags:, , , ,

MINHA “IRMÃZINHA”

Sei que alguns de vocês vão me chamar de tarado. Até respeito a opinião de vocês, pois não conhecem minha “irmãzinha”, filha da minha madrasta. Ela se chama Paula, para a família, Paulinha. Ela tem 17 anos, mas precisam ver o corpinho, com certeza puxou a mãe que apesar de seus 47 anos, é um tesão de mulher.

Tenho 22 anos e sou noivo com a Teresa. Iremos nos casar daqui a 2 meses, e nem preciso dizer que já antecipamos nossa lua de mel, e é claro, serviço completo, principalmente pelo fato dela ser louca por sexo anal, nunca vi gostar tanto de levar uma linguada no cuzinho e depois uma caralhada, como ela mesmo faz questão de dizer!

Voltando a minha doce “irmãzinha”, ela é uma coisinha de louco. Bundinha empinada, peitinho lindo e uma boquinha mais do que maravilhosa. Não me sinto culpado pelo relacionamento que tenho com ela, principalmente pelo fato dela ter me provocado até o ponto de não resistir mais.

Paulinha, não sei, se de propósito andava sempre bem à vontade dentro de casa, ao ponto de minha madrasta chamar a atenção dela diversas vezes, talvez por ter notado meus olhares para ela que não eram mais tão inocentes como antes.

Paulinha sempre gostou de usar calcinhas minúsculas, e nunca gostou de usar sutiã, talvez pela idade, andava dentro de casa apenas de camiseta cavada e calcinha toda enterrada na bundinha. Eu também nunca gostei de usar cuecas, gosto de criar o bicho solto!

Teresa, minha noiva, havia viajado com seus pais e eu estava algum tempo carente de uma boa foda. Estava em casa num domingo assistindo o programa da rede Manchete (Manchete Verdade) sobre sexo com minha irmãzinha na sala. Minha madrasta estava na cozinha que fica no andar de baixo.

Com tantas cenas de nudez e esquecendo por alguns instantes que minha “irmãzinha” estava na sala, fiquei excitado com as cenas e fiquei de pau duro. Quando me lembrei que minha “irmãzinha” estava na sala olhei rápido pra ela e ela sorria com uma carinha de sacana para mim, me deixando bastante sem graça.

No mesmo instante fingiu que iria pegar algumas revistas e ficou de quatro no chão virada para mim fingindo que pegava uma revista. Quando a vi naquela posição, meu pau parecia que ia explodir, pois ela tem um rabo lindo e com a calcinha toda enterrada, imaginem?! Tentei me controlar ao máximo, mas não resisti e fui para o chão e agarrei minha “irmãzinha” por trás, beijando sua nuca e esfregando meu pau naquele rabo lindo. Ela para minha surpresa começou a gemer me deixando ainda mais maluco. Abaixei a cabeça e puxei sua calcinha para o lado e meti a língua naquela bucetinha linda fazendo minha “irmãzinha” dar pinotes de tanto tesão.

Abaixei um pouco sua calcinha e alternava a língua entre sua bucetinha e seu cuzinho. Talvez pela sensação de “pecado” nunca havia sentido tanto tesão assim em toda minha vida vendo aquela menininha de quatro com a calcinha abaixada até o joelho e eu ali metendo a língua ora no cuzinho e ora na sua bucetinha ainda virgem.

Não resistindo mais e doido para gozar, puxei o short para o lado e botei o pau pra fora e mandei-a mamar. É claro que com toda sua inexperiência não fazia como minha noiva, mas só de olhar aquela garotinha mamando minha rola, cada vez mais ia à loucura!

Aí pedi que ela chupasse meu pau como se tivesse chupando um pirulito ou um sorvete. Não passou 2 minutos e gozei na sua boca. Talvez por medo sujar a sala e minha madrasta descobrir, ela engoliu tudo. Hoje em dia estou tentando botar meu pau no seu cuzinho. Mas não quero forçar a barra para não machucá-la, apesar dela implorar dizendo que agüenta toda a minha rola no seu cu. Não tenho dúvidas que daqui a pouco tempo de estar chupando aquele cuzinho, estarei também fudendo aquela bucetinha maravilhosa.

Você acredita em Deus?

Publicado: 23 de junho de 2010 em Textos
Tags:,

Um jovem começou a se dirigir para casa.
Sentado no seu carro, ele começou a pedir:
– “Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedecê-lo”.
Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho:
– “Pare e compre um galão de leite”.
Ele balançou a cabeça e falou alto:
– “Deus? É o Senhor?”.
Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa.
Porém, novamente, surgiu o pensamento:
– “Compre um galão de leite”.
“Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite”. Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil… Ele poderia também usar o leite.
O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa.
Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido: – “Vire naquela rua”.
– “Isso é loucura…” – pensou – e, passou direto pelo retorno.
Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua.
No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua.
Meio brincalhão, ele falou alto:
– “Muito bem, Deus. Eu farei”.
Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar.
Ele brecou e olhou em volta.
Era uma área mista de comércio e residência.
Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança.
Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam às escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir.
Exceto uma do outro lado que estava acesa.
Novamente, ele sentiu algo:
– “Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua”.
O jovem olhou a casa. Ele começou a abrir a porta, mas voltou a
sentar-se.
– “Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite”?
Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite.
Finalmente, ele abriu a porta.
– “Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem. Eu quero ser obediente. Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem imediatamente, eu vou embora daqui”.
Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pôde ouvir um barulho
vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança.
A voz de um homem soou alto:
– “Quem está aí? O que você quer?”.
A porta abriu-se antes que o jovem pudesse fugir.
Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta.
Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé na sua soleira.
– “O que é?”.
O jovem entregou-lhe o galão de leite.
– “Comprei isto para vocês”.
O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto.
Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha.
O homem a seguia segurando nos braços uma criança que chorava.
Lágrimas corriam pela face do homem e ele começou a falar, meio
soluçando:
– “Nós oramos. Tínhamos muitas contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite”.
Sua esposa gritou lá da cozinha:
– “Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco… Você é um anjo?”.
O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e
colocou-o na mão do homem.
Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face.
Ele teve certeza que Deus ainda responde aos verdadeiros pedidos.
Agora, um simples teste para você:
Se você acredita em Deus, mande esta mensagem para todos os seus amigos.
Você tem 24h por dia, gaste algumas delas para fazer o bem.
Quanto tempo você leva para parar um pouquinho e ouvir Deus?
Essa é uma mensagem que um anjo mandou-nos para refletirmos sobre a frase:

“Você acredita?”