Posts com Tag ‘brasil’

Poema da foda

Publicado: 21 de julho de 2010 em Poemas
Tags:, ,

POEMA DA FODA

Neste Brasil imenso
Quando chega o verão,
Não há um ser humano
Que não fique com tesão.

É uma terra danada,
Um paraíso perdido.
Onde todo mundo fode,
Onde todo mundo é fodido.

Fodem moscas e mosquitos,
Fodem aranha e escorpião,
Fodem pulgas e carrapatos,
Fodem empregadas com patrão.

Os brancos fodem os negros.
Com grande consentimento,
Os noivos fodem as noivas
Muito antes do casamento.

Coronel fode Tenente,
General fode Capitão.
E o presidente da República
Vive fodendo a nação.

Os freis fodem as freiras,
O padre fode o sacristão,
Até na igreja de crente
O pastor fode o irmão.

Todos fodem neste mundo
Num capricho derradeiro.
E o danado do dentista
Fode a mulher do padeiro.

Parece que a natureza
Vem a todos nos dizer,
Que vivemos neste mundo
Somente para foder.

E você, meu nobre amigo
Que agora está a se entreter,
Se não gostou da poesia
Levante e vá se foder!!!

(Autor Desconhecido)

Também pudera, se fosse conhecido, tava fodido!!!

O Brasil explicado em galinhas

Pegaram o cara em flagrante roubando galinhas de um galinheiro e o levaram para a delegacia.

D – Delegado
L – Ladrão

D – Que vida mansa, heim, vagabundo? Roubando galinha para ter o que comer sem precisar trabalhar. Vai para a cadeia!

L – Não era para mim não. Era para vender.

D – Pior, venda de artigo roubado. Concorrência desleal com o comércio estabelecido. Sem-vergonha!

L – Mas eu vendia mais caro.

D – Mais caro?

L – Espalhei o boato que as galinhas do galinheiro eram bichadas e as minhas galinhas não. E que as do galinheiro botavam ovos brancos enquanto as minhas botavam ovos marrons.

D – Mas eram as mesmas galinhas, safado.

L – Os ovos das minhas eu pintava.

D – Que grande pilantra… (Mas já havia um certo respeito no tom do delegado). Ainda bem que tu vai preso. Se o dono do galinheiro te pega…

L – Já me pegou. Fiz um acerto com ele. Comprometi-me a não espalhar mais boato sobre as galinhas dele e ele se comprometeu a aumentar os preços dos produtos dele para ficarem iguais aos meus. Convidamos outros donos de galinheiros a entrar no nosso esquema. Formamos um oligopólio. Ou, no caso, um ovigopólio.

D – E o que você faz com o lucro do seu negócio?

L – Especulo com dólar. Invisto alguma coisa no tráfico de drogas. Comprei alguns deputados. Dois ou três ministros. Consegui exclusividade no suprimento de galinhas e ovos para programas de alimentação do governo e super-faturo os preços.


O delegado mandou pedir um cafezinho para o preso e perguntou se a cadeira estava confortável, se ele não queria uma almofada. Depois perguntou:


D – Doutor, não me leve a mal, mas com tudo isso, o senhor não está milionário?

L – Trilionário. Sem contar o que eu sonego de Imposto de Renda e o que tenho depositado ilegalmente no exterior.

D – E, com tudo isso, o senhor continua roubando galinhas?

L – Às vezes. Sabe como é.

D – Não sei não, excelência. Me explique.

L – É que, em todas essas minhas atividades, eu sinto falta de uma coisa. O risco, entende? Daquela sensação de perigo, de estar fazendo uma coisa proibida, da iminência do castigo. Só roubando galinhas eu me sinto realmente um ladrão, e isso é excitante. Como agora fui preso, finalmente vou para a cadeia. É uma experiência nova.

D – O que é isso, excelência? O senhor não vai ser preso não.

L – Mas fui pego em flagrante pulando a cerca do galinheiro!

D – Sim. Mas primário, e com esses antecedentes…

Luis Fernando Veríssimo


Esse é o nosso Brasil…


Hoje vou falar de um assunto sério.
Sabem aqueles e-mails tipo corrente que recebemos de vez em quando e que devemos passar pra nossa lista de amigos? Pois então, recebi um essa semana e pelo conteúdo e importância, resolvi postar aqui, pois acredito que possa ajudar muitas pessoas, principalmente aquelas que possuem veículos.
Creio que se cada um que ler isso, repassar o link pra seus amigos, irá realmente fazer uma diferença no final e só quem irá colher os frutos da idéia somos nós mesmos, os consumidores.
Então leia com atenção e tire suas próprias conclusões.


GASOLINA agora de outubro a dezembro.

LEIAM!

GASOLINA
(GNV, DIESEL e ÁLCOOL)

Como poderemos baixar os preços?

NÃO DEIXE DE LER.

Vc lembra do Criança Esperança?

A UNICEF e a Rede Globo “abriram as pernas’”…

Foi a força da Internet contra uma FÁBRICA DE DINHEIRO que DESCOBRIU-SE nunca chegar a quem de direito.

Então continue a ler.

Não deixe de participar, mesmo que vc HOJE não precise abastecer seu carro com gasolina! Mesmo que vc não tenha carro, saiba que em quase tudo que vc consome, compra ou utiliza no seu dia-a-dia, tem o preço dos transportes, fretes e distribuição embutidos no preço de custo e consequentemente repassados a vc.

Vc sabia que no Paraguai (que não tem nenhum poço de petróleo) a gasolina custa R$ 1,45 o litro e sem adição de álcool?
Na Argentina, Chile e Uruguai  que juntos (somados os 3) produzem menos de 1/5 da produção brasileira, o preço da gasolina gira em torno de R$ 1,70 o litro e sem adição de álcool?

QUAL É A MÁGICA?

Vc sabia, que já desde o ano de 2007 e conforme anunciado aos “quatro ventos” pelo LULA e sua Ministra DILMA, o Brasil já é AUTO-SUFICIENTE em petróleo e possui a TERCEIRA maior reserva de petróleo do MUNDO?

Realmente, só tem uma explicação para pagarmos R$ 2,67 (cartel do DF) o litro, a GANÂNCIA do Governo com seus impostos e a busca desenfreada dos lucros exorbitantes da nossa querida e estimada estatal brasileira que refina o petróleo por ela mesma explorado nas “terras tupiniquins”.

CHEGA!!!

Se trabalharmos juntos poderemos fazer alguma coisa.

Ou vamos esperar a gasolina chegar aos R$ 3,00 ou R$ 4,00 o litro? Mas, se vc quiser que os preços da gasolina baixem, será preciso promover alguma ação lícita, inteligente, ousada e emergencial.

Unindo todos em favor de um BEM COMUM!!!

Existia uma campanha que foi iniciada em São Paulo e Belo Horizonte  que nunca fez sentido e não tinha como dar certo.  A campanha: “NÃO COMPRE GASOLINA” em um certo dia da semana previamente combinado, que foi popular em abril ou maio passado.

Nos USA e Canadá a mesma campanha havia sido implementada e sugerida pelo próprios governos de alguns estados aos seus consumidores, mas as Companhias de Petróleo se mataram de rir porque sabiam que os consumidores não continuariam “prejudicando a si mesmos”, ao se recusarem a comprar gasolina. Além do que, se vc não compra gasolina hoje, vai comprar MAIS amanhã. Era mais uma inconveniência ao próprio consumidor, que um problema para os vendedores.

Mas houve um economista brasileiro, muito criativo e com muita experiência em “relações de comércio e leis de mercado”, que pensou nesta idéia relatada abaixo e propôs um plano que realmente funciona.

Nós precisamos de uma ação enérgica e agressiva para ensinar às produtoras de petróleo e derivados que são os COMPRADORES que, por serem milhões e maioria, controlam e ditam as regras do mercado, e não os VENDEDORES que são “meia-dúzia”.

Com o preço da gasolina subindo mais a cada dia, nós, os consumidores, precisamos entrar rapidamente em ação!

O único modo de chegarmos a ver o preço da gasolina diminuir é atingindo quem produz, na parte mais sensível do corpo humano: o BOLSO, será não comprando a gasolina deles!!!

MAS COMO?

Considerando que todos nós dependemos de nossos carros e não podemos deixar de comprar gasolina, gnv, diesel ou álcool, mas nós podemos promover um impacto tão forte a ponto dos preços dos combustíveis CAIREM, se todos juntos agirmos para FORÇAR UMA GUERRA DE PREÇOS ENTRE ELES MESMOS.

É assim que o mercado age!!!

Isso é Lei de Mercado e Concorrência.

Aqui está a idéia:

Para os próximos meses (outubro a dezembro), não compre gasolina da principal fornecedora brasileira de derivados de petróleo, que é a PETROBRÁS (Postos BR).

Se ela tiver totalmente paralisada a venda de sua gasolina, estará inclinada e obrigada, por via de única opção que terá, a reduzir os preços de seus próprios produtos, para recuperar o seu mercado. Se ela fizer isso, as outras companhias (Shell, Esso, Ipiranga, Texaco etc.) terão que seguir o mesmo rumo, para não sucumbirem economicamente e perderem suas fatias de mercado.
Isso é absolutamente certo e já vimos várias vezes isso acontecer!

CHAMA-SE LEI DA OFERTA E DA PROCURA.

Mas para haver um grande impacto, nós precisamos alcançar milhões de consumidores da Petrobrás.

É realmente simples de se fazer!!

Continue abastecendo e consumindo normalmente. Basta escolher qualquer outro posto ao invés de um BR (Petrobrás). Porque a BR? Por tratar-se da maior companhia distribuidora hoje no Brasil e consequentemente com maior poder sobre o mercado e os preços praticados.

Mas não vá recuar agora… Leia mais e veja como é simples alcançar milhões de pessoas!!

Essa mensagem foi enviada a aproximadamente trinta pessoas. Se cada um de nós enviarmos a mesma mensagem para, pelo menos, dez pessoas a mais  (30 x 10 = 300) e se cada um desses 300 enviar para pelo menos mais dez pessoas, (300 x 10 = 3.000), e assim por diante, até que a mensagem alcance os necessários  30 MILHÕES de consumidores!

É UMA “PROGRESSÃO GEOMÉTRICA” QUE EVOLUI RAPIDAMENTE E QUE VC CERTAMENTE JÁ CONHECE!

Quanto tempo levaria a campanha?

Se cada um de nós repassarmos este e-mail para mais 10 pessoas, a estimativa matemática  (se vc repassá-la ainda hoje) é que dentro de 8 a 15 dias, teremos atingido, todos os presumíveis 30 MILHÕES* de consumidores da Petrobrás (BR), (* fonte da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), isto seria um impacto violento e de consequências invariavelmente conhecidas…

A BAIXA DOS PREÇOS.

Agindo juntos, poderemos fazer a diferença. Se isto fizer sentido para vc, por favor, repasse esta mensagem, mesmo ficando inerte.

PARTICIPE DESTA CAMPANHA DE CIDADANIA  ATÉ QUE ELES BAIXEM SEUS PREÇOS E OS MANTENHAM EM PATAMARES RAZOÁVEIS! ISTO REALMENTE FUNCIONA. VC SABE QUE ELES AMAM OS LUCROS SEM SE PREOCUPAREM COM MAIS NADA!

O BRASIL CONTA COM VOCÊ!!!

Pra descontrair um pouco, vou postar algumas piadas que sempre recebo nos meus e-mails.
Divirtam-se!


Um homem entra num restaurante com uma avestruz atrás dele.
A garçonete pergunta o que querem.
O homem pede :
– Um hambúrguer, batatas fritas e uma coca .
E vira-se para a avestruz:
– E você, o que vai querer?
– Eu quero o mesmo – responde a ave.
A garçonete traz o pedido e a conta no valor de R$ 32,50.
O homem coloca a mão no bolso e tira o valor exato para pagar a conta.
No dia seguinte o homem e a avestruz retornam e tudo se repete da mesma forma.
Isto se torna uma rotina até que um dia a garçonete pergunta:
– Vão querer o mesmo?
– Não, hoje eu quero um filé à francesa com salada – diz o homem.
– Eu quero o mesmo ” diz a avestruz.
A garçonete traz o pedido e a conta.
– Hoje são R$ 87,60 – ela diz.
O homem coloca a mão no bolso e tira o valor exato para pagar a conta novamente.
A garçonete não controla a sua curiosidade e pergunta :
– Desculpe, senhor, mas como o senhor faz para ter sempre o valor exato a ser pago?
E o homem responde :
– Há alguns anos atrás eu achei uma lâmpada velha e quando a limpava, apareceu um gênio e me ofereceu 2 desejos. Meu 1º desejo foi que eu tivesse sempre no bolso o dinheiro que precisasse para pagar o que eu quisesse, um litro de leite ou uma Mercedes…
– Que idéia brilhante, mas o senhor pode me explicar da avestruz?
O homem faz uma pausa, suspira e responde:
– O meu 2º desejo foi ter sempre uma companhia feminina com um rabo grande e pernas compridas, que concordasse comigo em tudo.

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Era uma cidadezinha pequena, bem na fronteira do Brasil e Argentina. A Igreja fica cheia para a missa das 10: argentinos, brasileiros, o prefeito etc..
Começa o sermão:
– Irmãos… estamos hoje aqui reunidos para falar dos Fariseus… Aquele povo desgraçado como esses argentinos que estão aqui…
– Ohhhhhhh!
O maior tumulto tomou conta da igreja. Os argentinos saíram xingando o padre. Houve briga na porta da igreja. O prefeito levou a mão à cabeça, indignado. Acabada a confusão, o prefeito foi falar com o padre na sacristia:
– Padre, pega leve, os argentinos vêm para este lado, gastam nas lojas, nos restaurantes, trazem divisas para a cidade. Não faça mais isto.
Durante a semana a conversa entre todos era a mesma: o padre e o sermão do domingo. Aquele zum-zum-zum todo foi fazendo as pessoas ficarem curiosas e querendo saber mais o que tinha acontecido. Finalmente, chega o domingo seguinte.
O prefeito chega na sacristia e comenta com o padre:
– Padre, o senhor lembra do que conversamos antes, não? Por favor, não arrume nenhuma encrenca hoje, certo?
Começa o sermão:
– Irmãos… Estamos aqui reunidos hoje, para falar de uma pessoa da Bíblia: Maria Madalena. Aquela mulher, a prostituta que tentou Jesus, como essas argentinas que estão aqui…
Não deu outra: pancadaria na igreja, quebraram velas nos corredores, tapas, socos e algumas internações no pronto-socorro da cidade. O prefeito novamente foi ao encontro do padre:
– Padre, o senhor não me disse que iria pegar leve? Padre, se o senhor não amansar, vou escrever uma carta à Congregação e pedir a sua retirada imediata.
Naquela semana, o tumulto era maior ainda. As conversas eram maiores ainda e ninguém perderia a missa do próximo domingo, nem por decreto. Na manhã do domingo, o prefeito entra na sacristia com a polícia e a espalha pela igreja:
– Padre, pega leve desta vez, senão te levo em cana!
A igreja estava abarrotada. Quase não se conseguia respirar de tanta gente.
Começa o sermão:
– Irmãos… Estamos aqui reunidos hoje para falar do momento mais importante da vida de Cristo: A Santa Ceia (O prefeito então respirou aliviado).
Jesus, naquele momento disse aos apóstolos: `- Esta noite, um de vós irá me trair.
Então João perguntou: – Mestre, sou eu? E Jesus respondeu: – Não, João, não é você.
E Pedro perguntou: – Mestre, sou eu? E Cristo respondeu: – Não, Pedro, não é você.
Então, Judas perguntou: – Mestre, acaso soy yo?…

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Cerveja Mágica!
Uma mulher chega a uma destas festas para pessoas com muito dinheiro, no último andar de um grande hotel. Dá uma volta pelo salão e avista um homem bonito, isolado de qualquer grupo, tomando uma bebida. Obviamente veio-lhe a cabeça que poderia ser um milionário que estava chateado e que ela poderia dar lhe o que ele queria. Aproximou-se dele e começou a falar:
– O que você está tomando?
– Cerveja mágica, respondeu.
– Deixa de brincadeira, o que você está tomando?
– Verdade, cerveja mágica, veja.
O homem deu um trago, deu o copo para a mulher e saiu voando pelo salão, e depois de algumas voltas, volta ao lugar.
– Como você fez isso? Onde estão os cabos que lhe prendem?
– Não há cabos e nem é um truque e tomando novamente um gole sai voando por uma das janelas e entra pela outra.
A mulher totalmente fascinada pelo que estava vendo pergunta se a cerveja mágica fazia o mesmo efeito com ela.
– Claro! – respondeu rapidamente o cavalheiro.
– Garçom, por favor, sirva um copo de cerveja mágica para a senhorita.
A senhorita rapidamente tomou um gole, saiu correndo, se atirou pela janela e se espatifou como um vaso no chão.
O cavalheiro esboçou um sorriso e então o garçom disse:
– Superman, quando você está bêbado você é um filho da puta!

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Um gaúcho macho vai ao médico depois de ter estado doente um tempão.
O médico, depois de um exame detalhado, olha nos olhos dele e diz:
– Tenho más notícias… Você está com câncer incurável. Eu lhe dou de duas a quatro semanas de vida.
O gaúcho, chocado e triste, mas de índole forte, recupera-se rapidamente e sai do consultório.
Na sala de espera, ele encontra seu filho, que o estava aguardando.
-Estou com câncer e tenho pouco tempo de vida. Vamos ao bar tomar uma pinga, para aliviar.
Depois de alguns copos, eles estão mais alegres um pouco. Vêm as risadas, as gargalhadas e mais cachaça!
Uns amigos chegam e perguntam o motivo daquela alegria toda. O gaúcho repete a história da comemoração, mas dizendo que está com Aids. Os amigos ficam consternados e acabam bebendo também.
No momento em que está perto do doente, o filho diz ao ouvido dele:
– Pai, você disse pra mim que estava com câncer, mas para eles você disse que está com Aids.
O gaúcho olha discretamente em volta antes de responder baixinho:
– Eu estou com câncer mesmo, filho… Eu só não quero esse pessoal comendo a tua mãe depois que eu morrer.

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Dois times de futebol feminino, um só de mulheres morenas e outro só de louras, contrataram um ônibus de excursão de dois andares para um torneio em outra cidade.
O time das morenas foi no andar de baixo e o das louras no andar de cima.
As morenas no andar de baixo viajaram fazendo a maior zona até que uma delas notou que o andar de cima estava muito quieto.
Quando a morena chegou no andar de cima, ela viu que todas as louras estavam congeladas de pânico, segurando fortemente os braços de suas poltronas e todas olhando para a frente.
A morena perguntou:
– O que está acontecendo aqui? Nós estamos fazendo uma festança lá embaixo!
Uma das louras se vira e responde:
– É, mas vocês têm motorista, né?

😛