Posts com Tag ‘padre’

A Morte do Padre

O velho padre, durante anos, tinha trabalhado fielmente com o povo africano, mas agora estava de volta ao Brasil, doente e moribundo, no Hospital Geral de Brasília, é notícia e manchete midiática da hora. Já nos últimos suspiros, ele faz um sinal à enfermeira, que se aproxima.

– Sim, padre? – diz a enfermeira.

– Eu queria ver dois proeminentes políticos antes de morrer – sussurrou o padre.

– Acalme-se, verei o que posso fazer – respondeu a enfermeira.

De imediato, ela entra em contato com o Congresso Nacional, e logo recebe a notícia: Sarney e Renan Calheiros gostariam muito de visitar o padre moribundo.

A caminho do hospital, Sarney diz a Renan:

– Eu não sei por que é que o velho padre nos quer ver, mas certamenteisso vai ajudar a melhorar a nossa imagem perante a Igreja e povo, o que sempre é bom.

Renan Calheiros concordou.

Era uma grande oportunidade para eles e até foi enviado um comunicado oficial à imprensa sobre a visita.

Quando chegaram ao quarto, com toda a imprensa presente, o velho padre pegou na mão de Sarney, com a sua mão direita, e na mão de Renan Calheiros, com a sua esquerda.

Houve um grande silêncio e notou-se um ar de pureza e serenidade no semblante do padre.

Renan Calheiros então disse:

– Padre, por que é que fomos nós os escolhidos, entre tantas pessoas, para estar ao seu lado no seu fim?

O velho padre, lentamente, disse:

– Sempre, em toda a minha vida, procurei ter como modelo o Nosso Senhor Jesus Cristo…

– Amém! – disse Sarney.

– Amém – disse Renan Calheiros.

E o padre continuou:

– Então…. Como Ele morreu entre dois ladrões, eu queria fazer o mesmo!

E se foi…

Anúncios

Novas piadas

Publicado: 24 de novembro de 2009 em Piadas
Tags:, , , ,

Saiba mentir!
O executivo saiu do escritório, encontrou a sua secretária no ponto de ônibus e caía a maior chuva. Ele parou o carro e perguntou:
– Você quer uma carona?
– Claro… respondeu ela, entrando no carro.
Chegando ao edifício onde ela mora, ele parou o carro para que ela saísse e ela o convidou para entrar no seu apartamento.
– Não quer tomar um cafezinho, um whisky, ou alguma coisa?
– Não, obrigado, tenho que ir para casa.
– Imagine, o Senhor foi tão gentil comigo, vamos entrar só um pouquinho.
Ele subiu, atendendo ao pedido da moça. Ao chegarem ao apartamento, ele tomava seu drink enquanto ela foi para dentro e voltou, toda gostosa e perfumada. Depois de alguns gorós, quem pode agüentar??? Ele caiu, literalmente. Transou com a secretária e acabou adormecendo… Por volta das 4 h da manhã, ele acordou, olhou no relógio e levou o maior susto. Aí ele pensou um pouco e disse à sua secretária:
– Você me empresta um pedaço de giz?
Ela entregou-lhe o giz, ele pegou, colocou atrás da orelha e foi pra casa. Lá chegando, encontrou a mulher louca de raiva e ele foi logo contando…
– Quando saí do trabalho dei carona para a minha secretária, depois que chegamos ao prédio onde ela mora, ela me convidou para subir e me ofereceu um drink, em seguida, ela foi para o banho e retornou com uma camisola transparente e muito linda, e após vários goles acabamos indo para a cama e fizemos amor, aí dormi e acordei agora há pouco…
A mulher deu um berro e falou:
– Seu mentiroso sem vergonha, estava no bar jogando sinuca com os seus amigos, nem sabe mentir, até esqueceu o giz aí atrás da orelha…
Pois é, na vida, tudo é relativo: um fio de cabelo na cabeça é pouco, na sopa é muito!

Começou a música e um bêbado levantou-se cambaleando e dirigiu-se a uma senhora de preto e pediu:
– Hic… Madame me dá o prazer dessa dança?
E ouviu a seguinte resposta:
– Não, por quatro motivos:
Primeiro, o senhor está bêbado!
Segundo, isto é um velório!
Terceiro, não se dança o Pai Nosso!
E quarto, porque “Madame” é a puta que te pariu. Eu sou o Padre!

Minha Primeira Camisinha

Eu lembro minha primeira vez quando eu tinha por volta de uns 16 anos.
Saí para comprar uma caixa de camisinhas. Na loja havia uma linda mulher
atrás do balcão e ela notou que eu era novato na questão.
Ela me entregou a caixinha e me perguntou se eu sabia como usar.
Eu honestamente respondi que “Não.”
Sendo assim ela abriu a caixinha, tirou uma camisinha e a colocou sobre o dedão.
Ela me avisou que eu teria que me certificar da camisinha estar firme e segura.
Aparentemente eu continuei parecendo confuso. Ela deu uma olhada em toda loja e viu que não havia mais ninguém.
Ela disse, “Só um minuto!” Andou até a porta e trancou-a.
Segurando minha mão, ela me conduziu até os fundos da loja, desabotoou a blusa e tirou. Abriu o soutien e o colocou de lado. Ela perguntou: “Isso excita você?”
Bem, eu estava tão nervoso que a única coisa que consegui fazer foi balançar com a cabeça.
Então ela disse que estava na hora de colocar a camisinha.
Enquanto eu estava colocando a camisinha ela deixou cair a saia, tirou a calcinha e deitou em cima de uma mesa.
“Venha agora” – ela disse – “Não teremos  muito tempo.”
Eu subi em cima dela. Foi tão maravilhoso, que lamentavelmente, eu não consegui mais segurar e explodi. Gozei em poucos minutos.
Ela olhou para mim super desconfiada:
“Você colocou aquela camisinha?”
Eu respondi: “Claro que sim!”
E levantei meu dedão para que ela visse a camisinha…

Sexóloga estressada responde:

01- Tenho 20 anos e não transei ainda porque gostaria que a primeira vez fosse com um namorado fixo. O que você acha?
R: Minha primeira vez também foi com um namorado fixo. Eu o amarrei na cama.

02- O que fazer para surpreender um namorado tímido na primeira noite?
R: Apareça com um amante.

03- Tenho um amigo que quer fazer sexo comigo, mas ele tem um pau de 24cm, acho que vai ser doloroso, o que fazer?
R: Manda pra mim que eu testo pra você.

04- Como faço para seduzir o rapaz que eu amo?
R: Tire a roupa.

05- Terminei com meu ex porque ele é muito galinha e agora estou com outro, mas ainda gosto do ex e às vezes ainda fico com ele! O que devo fazer?
R: Quem era mesmo galinha nesta história?

06- Quero saber como enlouquecer um homem só nas preliminares.
R: Diga no ouvidinho dele: “minha menstruação está atrasada…”

07 – Como enlouqueço meu parceiro em uma transa no banheiro?
R: Já usou desentupidor de pia?

08 – Saí com um gatinho e foi ótimo. Só que agora fico com o maior medo de ligar pra ele. Será que devo?
R: Depende. O gatinho sabe cagar na caixa de areia?

09 – Sou feia, pobre e chata. O que devo fazer para alguém gostar de mim?
R: Ficar bonita, rica e ser legal. Obviamente.

10 – O cara com quem estou saindo é muito legal, mas está dando sinais de ser alcoólatra. O que eu faço?
R: Não deixe ele dirigir.

11 – Por que, na hora do sexo, quando a gente está no vai e vem, na hora em que o corpo entra em atrito e faz aquele barulho de quem está batendo palmas, a gente fica mais excitado?
R: É porque parece que tem torcida, tá ligado? Da próxima vez grite pra galera.

12 – Eu não tenho uma cara propriamente linda. O que fazer para conseguir comer umas gatas, tendo em conta que tenho 13 anos?
R: Nesta idade você tem que comer sucrilhos, entende?

13- Sou virgem e rolou, pela primeira vez de fazer sexo oral… Engoli o negócio e quero saber se corro o risco de ficar grávida. Estou desesperada!
R: Claro que corre o risco de ficar grávida. E a criança vai sair pela orelha.

14- Qual a melhor posição para a menina na primeira transa… dói ? Tenho 21 anos e ainda não transei porque tenho medo de doer e não agüentar.
R: Dói tanto que você vai ficar em coma e NUNCA mais vai levantar. Vê se deixa de ser fresca, e dá de uma vez, ô Cinderela!!!

Aposta de bêbado

Um sujeito entra no bar, se aproxima do balcão e pede uma cerveja. Aguardando o pedido, ele observa no balcão um pote de vidro repleto de notas de 50 reais. Quando o dono do bar vem com a sua cerveja, ele pergunta:
– Qual o motivo do pote?
O dono do bar responde:
– A desse pote é o seguinte, se vc fizer 3 coisas, vc o leva com tudo dentro. Se vc não conseguir, deixa uma nota de 50 dentro dele.
O sujeito retrucou:
– Ah! Deve ser uma missão impossível de se cumprir! O que é para fazer?
– É assim: primeiro vc tem que beber, duma vez, meia garrafa de pinga. Daí vc vai lá fora e tira um dente do meu pitbull com as mãos e depois vc sobe no 1º andar desta casa, logo em cima do bar. Lá tem uma velha de 70 anos, já enferrujada pelo tempo, que vc tem que comer. Se fizer isso, ganha…
O sujeito pensou, pensou, olhou pro pote, calculou que deveria ter uns 3.000 reais (o pote era grande) e disse:
– Então “tô” dentro!!!
Ele colocou 50 reais no pote e o dono do bar deu a garrafa com metade de cachaça para ele. Duma vez ele tomou tudo. Já meio tonto foi pra fora da casa. O dono do bar só escutou uns gritos da velha, cama arrastando, latidos do cão seguidos de ganidos tristes… Chega o rapaz todo machucado, com um dente na mão. O dono do bar, espantado diz:
– Caramba! Vc conseguiu? Como?!!!
O rapaz, todo bêbado e arranhado, falou:
– Olha, arrancar o dente da velha até que foi fácil. O problema foi comer o maldito cachorro…


Bordel

Dois bêbados conversavam num boteco quando, a certa altura da madrugada, o primeiro propõe:
– Que tal irmos a um bordel?
– Boa idéia – responde o segundo bêbado, que ao dar mais um passo em direção ao companheiro, cai e se esborracha no chão.
O primeiro, ao ver o lamentável estado do amigo, concluiu que ele jamais teria forças para fazer sexo com uma mulher e decide levá-lo para a sua própria casa.
Ao bater à porta, eles são atendidos por uma mulher velha e mal encarada.
– Que prostituta mais feia! – comenta o segundo bêbado.
– Essa é a minha mãe – diz o primeiro, sem graça.
– Aaaaahh!! Então eu vou comer só por consideração!


Odisséia de um bêbado

O bêbado, no ponto do ônibus, olha pra uma mulher e diz:
– Vc é feia, hein?
A mulher não diz nada. E o bêbado insiste:
– Nossa, mas vc é feia demais!
A mulher finge que não ouve. E o bêbado torna a dizer:
– Puta merda! Vc é muito feia!
A mulher não se agüenta e diz:
– E você é um bêbado!
– É, mas amanhã eu melhoro…

Então ele subiu no ônibus.
Logo na roleta, cambaleando, ao cobrador diz:
– Se meu pai fosse um gato e minha mãe uma gata, eu seria um gatinho! – E continua – Se meu pai fosse um cachorro e minha mãe uma cachorra, aí eu era um cachorrinho!
E mais:
– Se meu pai fosse um touro e minha mãe uma vaquinha, aí eu seria um bezerrinho!
O cobrador, nervoso, pergunta:
– E se o seu pai fosse um viado e sua mãe uma puta?
– Aí eu seria cobrador de ônibus!

Saindo da roleta, o bêbado grita:
– Hoje eu quero comer um cu!
Todos os passageiros olham assustados para ele que, ao ver a reação, diz:
– Calma gente, eu só quero um!

Já na parte de trás do ônibus, grita de novo:
– Do lado direito todo mundo é corno! Do lado esquerdo todo mundo é viado!
Ao ouvir isto, levanta um negão do lado esquerdo e fala:
– Eu não sou viado!!!
E o bêbado responde:
– Então muda de lado que não gosto de confusão!!!

A partir desse momento os passageiros começaram a xingar o bêbado e ameaçando cobri-lo de porrada.
O motorista, para evitar confusão, freia bruscamente e todos caem.
Um dos passageiros se levanta, pega o bêbado pelo colarinho e pergunta:
– Fala de novo, safado. Quem é corno e quem é viado?
– Agora eu não sei mais. Misturou tudo!

Ele então desce do ônibus, entra em uma igreja, o padre, viu aquele bêbado entrando e resolveu dar o sermão:
– Irmãos, quem não for a favor da bebida que se sente agora!
Todos se sentaram e o bêbado gritou:
– Pô, seu padre, Só nós dois, hein?!

Expulso da igreja, entra logo num boteco e já pede:
– Coloca aí dez pinga pra mim!
O dono obedeceu e colocou dez pingas para o bêbado, que bebeu todas.
– Coloca agora cinco pinga!
O dono colocou, o cara bebeu todas e disse:
– Agora coloca só três, viu?
Bebeu as três num gole só, fez aquela careta típica de pingaiada e pediu:
– ZZZZZZ só uma agora! ZZZZZZ só mais uma!
O bêbado bebeu aquela, deu uma cambaleada e concluiu:
– Eu num to enZenZendo… Quanto menossss eu bebo, mais eu fico tonto!

Antes de ir embora ele pede um maço de cigarros, que traz escrito na lateral:
“O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: Cigarro pode causar impotência sexual”.
Assustado, gritou pro garçom:
– NÃO! Esse aqui não!!! Me dá aquele que causa câncer.

Ao sair do boteco, todo embriagado, o bêbado andando na rua, toca o interfone de uma casa e pergunta:
– Seu marido taí?
Uma mulher responde:
– Está, quem quer falar com ele?
– Xá pra lá, brigado.
Chega em outra casa e toca o interfone novamente:
– Seu marido taí?
Outra mulher responde:
– Está no banho, quem quer falar…
– Brigaaaaaado, pooooode deixar.
Na outra casa…
– Bom dia, seu marido taí?
– Está… vou chamá-lo…
– Não, não é preciiiiiiso, responde o bêbado.
– Na outra casa:
– Oi, seu marido taí?
A mulher responde:
– Não, mas já deve estar chegando.
O bêbado responde:
– Então, faz favor, olha aqui pra fora e vê se sou eu!!!!!

Tempos depois consegue lembrar onde é sua casa com muito custo.
Abre a porta e vai correndo para o banheiro.
Assustado, corre para o quarto e acorda a mulher:
– Ô muié… Essa casa tá mal assombrada! Eu abri a porta do banheiro e a luz acendeu sozinha.
Depois, fechei a porta e a luz apagou sozinha….
A mulher, puta da vida, grita:
– Filho da puta!!! Você mijou na geladeira de novo!!!!

Enxotado de casa pela mulher, que não tava a fim de dormir cheirando bafo de pinga, vai a um beco, acaba dormindo no chão e tem o relógio roubado.
No dia seguinte, já curado da manguaça, ao andar pela rua, vê um cara usando o seu relógio, e se aproxima dele dizendo:
– Hei, cara, esse relógio é meu!
– Que seu que nada. Esse relógio eu peguei de um bêbado que eu comi ontem lá no beco.
– Tem razão, não é meu mesmo. Mas que parece, parece!!!


Deixando de beber

Eu tinha lá em casa 10 garrafas de cachaça da boa. Mas minha mulher obrigou-me a jogá-las fora.
Peguei a 1ª garrafa, bebi um copo e joguei o resto na pia.
Peguei a 2ª garrafa, bebi outro copo e joguei o resto na pia.
Peguei a 3ª garrafa, bebi o resto e joguei o copo na pia.
Peguei a 4ª garrafa, bebi a pia e joguei o resto no copo.
Peguei o 5º copo, joguei a rolha na pia e bebi a garrafa.
Peguei a 6ª pia, bebi a garrafa e joguei o copo no resto.
A 7ª garrafa eu peguei no resto e bebi a pia.
Peguei no copo, bebi no resto e joguei a pia na 8ª garrafa.
Joguei a 9ª pia no copo, peguei na garrafa e bebi o resto.
O 10º copo, eu peguei a garrafa no resto e me joguei na pia.


Receita de Frango com Whisky


Ingredientes:
– 1 garrafa de whisky – do bom, é claro;
– 1 frango de aproximadamente 02 quilos;
– sal, pimenta e cheiro verde a gosto;
– 350 ml de azeite de oliva extra virgem;
– nozes moídas.

Modo de preparar:
– pegue o frango;
– beba uma dose de whisky;
– envolver o frango e temperá-lo com sal, pimenta, nozes e cheiro verde a gosto;
– massageie-o com o azeite;
– pré-aqueça o forno por aproximadamente 10 minutos;
– sirva-se de uma dose caprichada de whisky enquanto aguarda;
– coloque o frango em uma assadeira grande;
– sirva-se de mais duas doses de whisky;
– axuste o terbostato na marca 3, e debois de uns binte binutos, botar para assassinar, digu, assar a ave;
– derrube uma bose tupla de whisky;
– bedois de beia hora, forme a baertura e controlar a sssadura do frango;
– tente zentar na gadeira, servir-se de uoooooootra dose sarada de whisky;
– coza(?), costure(?), cozinhe, sei lá, dane-se o vrango;
– deixxxxeeee o vilho da buta do pato no vorno por umas 4 horas;
– tente retirar o pato do vorno;
– mande mais uma boa dose de whisky pra dentro. de vc, é claro!
– tente novamente tirar o sacana do vrango do vorno, porque na trimeira teenndadiiiva dããão deeeeuuuuuu;
– begue o vrango que gaiu no jão e enxugue o pilho da futa com o bano de jão e cologá-lo numa pandeja ou qualquer outra borra, bois, avinal, vc nem gosssssssssta muito dessa bossssta mesmo!
– tá bronto, sorra…
PS: Num vumita no vrango, garaio!!!

🙂

Pra descontrair um pouco, vou postar algumas piadas que sempre recebo nos meus e-mails.
Divirtam-se!


Um homem entra num restaurante com uma avestruz atrás dele.
A garçonete pergunta o que querem.
O homem pede :
– Um hambúrguer, batatas fritas e uma coca .
E vira-se para a avestruz:
– E você, o que vai querer?
– Eu quero o mesmo – responde a ave.
A garçonete traz o pedido e a conta no valor de R$ 32,50.
O homem coloca a mão no bolso e tira o valor exato para pagar a conta.
No dia seguinte o homem e a avestruz retornam e tudo se repete da mesma forma.
Isto se torna uma rotina até que um dia a garçonete pergunta:
– Vão querer o mesmo?
– Não, hoje eu quero um filé à francesa com salada – diz o homem.
– Eu quero o mesmo ” diz a avestruz.
A garçonete traz o pedido e a conta.
– Hoje são R$ 87,60 – ela diz.
O homem coloca a mão no bolso e tira o valor exato para pagar a conta novamente.
A garçonete não controla a sua curiosidade e pergunta :
– Desculpe, senhor, mas como o senhor faz para ter sempre o valor exato a ser pago?
E o homem responde :
– Há alguns anos atrás eu achei uma lâmpada velha e quando a limpava, apareceu um gênio e me ofereceu 2 desejos. Meu 1º desejo foi que eu tivesse sempre no bolso o dinheiro que precisasse para pagar o que eu quisesse, um litro de leite ou uma Mercedes…
– Que idéia brilhante, mas o senhor pode me explicar da avestruz?
O homem faz uma pausa, suspira e responde:
– O meu 2º desejo foi ter sempre uma companhia feminina com um rabo grande e pernas compridas, que concordasse comigo em tudo.

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Era uma cidadezinha pequena, bem na fronteira do Brasil e Argentina. A Igreja fica cheia para a missa das 10: argentinos, brasileiros, o prefeito etc..
Começa o sermão:
– Irmãos… estamos hoje aqui reunidos para falar dos Fariseus… Aquele povo desgraçado como esses argentinos que estão aqui…
– Ohhhhhhh!
O maior tumulto tomou conta da igreja. Os argentinos saíram xingando o padre. Houve briga na porta da igreja. O prefeito levou a mão à cabeça, indignado. Acabada a confusão, o prefeito foi falar com o padre na sacristia:
– Padre, pega leve, os argentinos vêm para este lado, gastam nas lojas, nos restaurantes, trazem divisas para a cidade. Não faça mais isto.
Durante a semana a conversa entre todos era a mesma: o padre e o sermão do domingo. Aquele zum-zum-zum todo foi fazendo as pessoas ficarem curiosas e querendo saber mais o que tinha acontecido. Finalmente, chega o domingo seguinte.
O prefeito chega na sacristia e comenta com o padre:
– Padre, o senhor lembra do que conversamos antes, não? Por favor, não arrume nenhuma encrenca hoje, certo?
Começa o sermão:
– Irmãos… Estamos aqui reunidos hoje, para falar de uma pessoa da Bíblia: Maria Madalena. Aquela mulher, a prostituta que tentou Jesus, como essas argentinas que estão aqui…
Não deu outra: pancadaria na igreja, quebraram velas nos corredores, tapas, socos e algumas internações no pronto-socorro da cidade. O prefeito novamente foi ao encontro do padre:
– Padre, o senhor não me disse que iria pegar leve? Padre, se o senhor não amansar, vou escrever uma carta à Congregação e pedir a sua retirada imediata.
Naquela semana, o tumulto era maior ainda. As conversas eram maiores ainda e ninguém perderia a missa do próximo domingo, nem por decreto. Na manhã do domingo, o prefeito entra na sacristia com a polícia e a espalha pela igreja:
– Padre, pega leve desta vez, senão te levo em cana!
A igreja estava abarrotada. Quase não se conseguia respirar de tanta gente.
Começa o sermão:
– Irmãos… Estamos aqui reunidos hoje para falar do momento mais importante da vida de Cristo: A Santa Ceia (O prefeito então respirou aliviado).
Jesus, naquele momento disse aos apóstolos: `- Esta noite, um de vós irá me trair.
Então João perguntou: – Mestre, sou eu? E Jesus respondeu: – Não, João, não é você.
E Pedro perguntou: – Mestre, sou eu? E Cristo respondeu: – Não, Pedro, não é você.
Então, Judas perguntou: – Mestre, acaso soy yo?…

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Cerveja Mágica!
Uma mulher chega a uma destas festas para pessoas com muito dinheiro, no último andar de um grande hotel. Dá uma volta pelo salão e avista um homem bonito, isolado de qualquer grupo, tomando uma bebida. Obviamente veio-lhe a cabeça que poderia ser um milionário que estava chateado e que ela poderia dar lhe o que ele queria. Aproximou-se dele e começou a falar:
– O que você está tomando?
– Cerveja mágica, respondeu.
– Deixa de brincadeira, o que você está tomando?
– Verdade, cerveja mágica, veja.
O homem deu um trago, deu o copo para a mulher e saiu voando pelo salão, e depois de algumas voltas, volta ao lugar.
– Como você fez isso? Onde estão os cabos que lhe prendem?
– Não há cabos e nem é um truque e tomando novamente um gole sai voando por uma das janelas e entra pela outra.
A mulher totalmente fascinada pelo que estava vendo pergunta se a cerveja mágica fazia o mesmo efeito com ela.
– Claro! – respondeu rapidamente o cavalheiro.
– Garçom, por favor, sirva um copo de cerveja mágica para a senhorita.
A senhorita rapidamente tomou um gole, saiu correndo, se atirou pela janela e se espatifou como um vaso no chão.
O cavalheiro esboçou um sorriso e então o garçom disse:
– Superman, quando você está bêbado você é um filho da puta!

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Um gaúcho macho vai ao médico depois de ter estado doente um tempão.
O médico, depois de um exame detalhado, olha nos olhos dele e diz:
– Tenho más notícias… Você está com câncer incurável. Eu lhe dou de duas a quatro semanas de vida.
O gaúcho, chocado e triste, mas de índole forte, recupera-se rapidamente e sai do consultório.
Na sala de espera, ele encontra seu filho, que o estava aguardando.
-Estou com câncer e tenho pouco tempo de vida. Vamos ao bar tomar uma pinga, para aliviar.
Depois de alguns copos, eles estão mais alegres um pouco. Vêm as risadas, as gargalhadas e mais cachaça!
Uns amigos chegam e perguntam o motivo daquela alegria toda. O gaúcho repete a história da comemoração, mas dizendo que está com Aids. Os amigos ficam consternados e acabam bebendo também.
No momento em que está perto do doente, o filho diz ao ouvido dele:
– Pai, você disse pra mim que estava com câncer, mas para eles você disse que está com Aids.
O gaúcho olha discretamente em volta antes de responder baixinho:
– Eu estou com câncer mesmo, filho… Eu só não quero esse pessoal comendo a tua mãe depois que eu morrer.

►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►►

Dois times de futebol feminino, um só de mulheres morenas e outro só de louras, contrataram um ônibus de excursão de dois andares para um torneio em outra cidade.
O time das morenas foi no andar de baixo e o das louras no andar de cima.
As morenas no andar de baixo viajaram fazendo a maior zona até que uma delas notou que o andar de cima estava muito quieto.
Quando a morena chegou no andar de cima, ela viu que todas as louras estavam congeladas de pânico, segurando fortemente os braços de suas poltronas e todas olhando para a frente.
A morena perguntou:
– O que está acontecendo aqui? Nós estamos fazendo uma festança lá embaixo!
Uma das louras se vira e responde:
– É, mas vocês têm motorista, né?

😛